Tráfego Orgânico Para Afiliados

Tráfego Orgânico Para Afiliados

Receber visitantes sem depender de investimento é algo bastante desejado por quem possui um blog (ou site), especialmente o afiliado, que sabe da necessidade de gerar um tráfego considerável se quiser ter conversões (receber comissões). Isto é algo que pode demandar certo trabalho, mas não é impossível de se conquistar.

A principal vantagem de desenvolver uma estratégia de tráfego orgânico é não ficar dependente de investimento para receber acessos. Se este for o seu desejo, confira algumas dicas e informações de como conseguir acessos organicamente e aplique no seu planejamento.

O Que é Tráfego Orgânico?

Existem algumas definições, mas a que acho mais interessante é a de que são os acessos que recebe por conta da qualidade de seu conteúdo. Ou seja, possui algo de tanta qualidade que consegue visitantes mesmo sem a necessidade de investimento em tráfego.

Vale a pena relevar que só é considerado uma fonte de tráfego quando recebe um número de acessos considerável. Por exemplo, receber 3 acessos de uma rede social no mês é algo que possivelmente será desconsiderado nas suas mensurações, por mais que esses poucos acessos possam ser qualificados.

Tráfego Orgânico Para Afiliados

Dicas Para Produzir Conteúdo de Qualidade

Já que o fundamento de tudo é produzir algo relevante, confira algumas dicas para produzir conteúdos de qualidade.

  • Pesquisa de palavras-chave: é sempre interessante fazer pesquisas com palavras que normalmente são menos disputadas ou mais fáceis de ranquear. São as chamadas long tails.
  • Títulos atrativos: além de um título interessante pense no CTA que irá promover seu conteúdo, pois pode fazer muita diferença.
  • Linkagem: tenha uma preocupação em linkar com outros conteúdos, inclusive de outros blogs ou sites. Isto aumenta a relevância de sua publicação.

Fontes de Tráfego Orgânico: Google

A questão não é ranquear organicamente no Google. O problema para o afiliado é a quantidade de anunciantes, que empurram os resultados orgânicos para baixo na página e reduzem a possibilidade de direcionar visitantes. Não significa que deve desistir; apenas que deve ser inteligente no momento de produzir seus conteúdos! A principal dica é focar nas dores do público-alvo do produto que estiver promovendo. Quanto mais específico for o seu conteúdo mais chances terá de conquistar tráfego orgânico no Google.

Fontes de Tráfego Orgânico: YouTube

Os que não tiverem restrições para gravar vídeos podem (e devem) investir num canal no YouTube. Segunda maior fonte de tráfego, perdendo apenas para o próprio Google, é possível direcionar muitos visitantes se produzir vídeos de qualidade e manter uma regularidade.

O YouTube é interessante não apenas pela questão visual, que vai além dos posts em blogs, mas por ter uma capacidade maior de prender sua audiência. É comum as pessoas aguardarem por vídeos novos nos canais que elas acompanham. Como a ideia é promover infoprodutos, o afiliado pode aproveitar para produzir vídeos de reviews, por exemplo, para gerar tráfego realmente qualificado. Se conseguir ser persuasivo tem grandes chances de realizar vendas diretamente de seus vídeos!

Fontes de Tráfego Orgânico: Redes Sociais

Temos Facebook, Instagram, LinkedIn e Pinterest; apenas para citar as redes sociais mais populares atualmente. Com exceção do LinkedIn que possui características mais profissionais, de carreira, etc.; a dica para o afiliado é trabalhar com perfis focados num determinado nicho ou voltados para determinadas audiências. Por exemplo, se estiver promovendo um produto de dieta pode criar um perfil somente para publicar dicas de emagrecimento.

Não é algo complicado crescer organicamente em número de seguidores em redes sociais como o Instagram. Cabe ao afiliado saber desenvolver uma estratégia que direcione para seus canais (blog ou páginas de vendas). A ideia continua sendo a mesma de produzir conteúdo de qualidade e ser regular nas publicações.

Outras Fontes de Tráfego Orgânico

Os aplicativos também estão se tornando uma fonte de tráfego orgânico. É o caso do WhatsApp que vem sendo utilizado como ferramenta de venda de muitos afiliados. Se existir a possibilidade de aplicar esta estratégia dentro de seu nicho vale a pena desenvolver um planejamento específico. Quem não possui WhatsApp hoje em dia, não é mesmo? Com certeza terá audiência se investir em algo específico para o aplicativo.

Muitos consideram o E-mail Marketing uma fonte de tráfego orgânico. Mas vale lembrar que só se considera orgânico quando não há investimento. Por exemplo, alguém clicar na sua assinatura de e-mail, Ok; mas se utiliza uma ferramenta paga para enviar mensagens a necessidade do investimento invalida o acesso como sendo orgânico, por assim dizer.

Afiliado, possui uma estratégia específica para gerar tráfego orgânico? Se não, confira o Afiliado Sem Grana, um guia para desenvolver a estratégia de seu blog! Nele confere como produzir seus conteúdos e promover infoprodutos, quando não possui verba para investimento em tráfego.

Continue no Como Criar Blogs para mais conteúdos sobre como ganhar dinheiro na internet. Participe deixando seu comentário em nossas publicações!

Talvez Você Também Goste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *